Dentista ou acadêmico, você também pode descobrir o poder de Buccal Protect.

Nome
E-mail
CRO
Buccal Protect
Olá, cadastre-se ou efetue seu login
Meu carrinho
0 itens

Nenhum item no carrinho de compras

PERGUNTAS FREQUENTES


 

Cartilha de Perguntas e Respostas

 

 

Sobre o produto

 

1) Quanto higienizador Buccal Protect a pessoa pode ingerir? Pergunto no caso do consumidor não enxaguar a escova antes do uso (risco que corremos) ou não enxaguar adequadamente.

R: No caso do consumidor não enxaguar a escova, esta poderá estar contendo 1 ml do líquido (teste já realizado no desenvolvimento do produto). E este residual não causa nenhuma toxicidade ao consumidor. Seus componentes já são utilizados em situações de maior contato, ex.: Clorexidina hoje é utilizada como uso direto na boca para bochecho, em procedimentos cirúrgicos direto na pele e mucosa, introduzido diretamente em canais dentários, ainda como concervantes de alimentos que são ingeridos. O Xilitol é utilizado para ingestão em alimentos e medicamentos. O tensoativo da fórmula é utilizado em produtos infantis de cosméticos, com uso de contato direto.

 

2) Qual é o princípio ativo do produto? Ele tem que ter algum registro diferente?

R: Todos os registros necessários perante a ANVISA estão devidamente providenciados pela fábrica do Buccal Protect.

O produto é composto por 3 princípios ativos. 1) Clorexidina 1,2%: Detergente e descontaminante. Se utilizado como saneante não necessita de registro especial, apenas notificação. 2) Tensoativo: Efeito detergente e diminuidor da tensão superficial proporcionando melhor ação de penetração. Como saneante não necessita de registro, apenas notificação. 3) Xilitol: Adoçante com ação descontaminante. Como saneante não precisa de registro, apenas notificação.

 

3) A Clorexidina existente no líquido que estará higienizando a escova pode manchar os dentes?

R: Não, porque a recomendação é lavar a escova antes da escovação. Se eventualmente a pessoa se esquecer de lavar a escova, também não será um problema.

 

4) Este líquido pode diminuir a vida útil da escova dental?

R: Não. Os testes de compatibilidade de materiais não demonstraram alterações no tempo de vida útil das diversas escovas dentais avaliadas, apenas as mantém higienizadas constantemente.

 

5) O líquido tem álcool?

R: Não existe álcool na composição da fórmula.

 

6) Quanto tempo leva para agir o Buccal Protect depois que coloco a escova dental imersa nele?

R: Em dez minutos sua escova estará completamente limpa, mas recomenda-se manter as cerdas sempre imersas no líquido até a próxima escovação para uma proteção contínua.

 

 

 

Sobre o modo de usar

 

7) Se a escova ficar mais de 5 dias imersa no higienizador, o que acontece? Perde a eficácia?

R: Não é um problema. A troca do líquido é indicada neste período devido ao desnível do líquido no tubo que deixa de cobrir completamente as cerdas, e também por conta da diluição do líquido devido à colocação da escova molhada, mas a efetividade da fórmula se mantém por mais tempo.

 

8)

8.1) Se o tubo ficar aberto não funciona?

R: O tubo aberto não é recomendado por 2 motivos: 1) Ocorrerá mais rápida evaporação do líquido, sendo necessárias mais trocas para manter a finalidade de imersão das cerdas. 2) Proporciona um protocolo mais adequado de proteção também do cabo da escova em relação a contaminação do meio ambiente, por aerossóis, fungos e bactérias. (apesar de o cabo não ser um meio de cultura tão perigoso como as cerdas úmidas da escova).

 

8.2) Não posso substituí-lo por um copo?

R: Não seria interessante substituir por um copo devido, além dos motivos 1 e 2 citados acima, também por: 3) O tamanho do pote está calculado para a imersão correta das cerdas sem gastos excessivos do líquido. 4) No caso de substituir por copos plásticos: o material do pote foi desenvolvido e testado para não reagir com o líquido, não causando interações químicas que possam prejudicar o produto.  5) Copos de vidro: são de alto risco para acidentes domésticos.

 

9) Se eu esquecer de trocar o líquido em 5 dias pode ocasionar algum problema?

R: Mesmo mantendo o líquido por mais de 5 dias, sua fórmula mantém a eficácia. Porém com a utilização pode diminuir o nível do líquido devido ao arraste e não cobrir devidamente as cerdas. Mas não ocasiona nehum fator prejudicial ao usuário se o líquido passar do prazo recomendado para troca, desde que respeite a validade do produto.

 

10) Posso preencher o líquido se diminuir o nível sem realizar a troca completa?

R: Não é recomendado o preenchimento devido à dificuldade de parâmetros de controle para testes de efetividade VERSUS tempo de uso, já que ocasionaria uma mistura de liquido usado e líquido novo. Porém não ocasiona danos ao consumidor, apenas dificulta a comprovação de efetividade VERSUS tempo de troca.

 

11) Preciso comprar uma escova dental nova para começar a usar o Buccal Protect?

R: Não é necessário trocar a escova dental para iniciar o uso do Buccal Protect, basta inserir a sua escova com as cerdas imersas no líquido Buccal Protect e fechar o Buccal Tube que ela estará limpa e descontaminada para a próxima escovação.

 

12) Posso usar para qualquer escova? Inclusive a interdental e a monotufo?

R: Sim, você pode utilizar o Buccal Protect para todas as suas escovas inclusive as interdentais, monotufos e as elétricas, nestas últimas, primeiro deve-se desconectar do cabo elétrico e depois inserir a escova refil no Buccal Tube.

 

13) Se eu esquecer o Buccal Tube aberto pode estragar o líquido?

R: Não estraga o líquido o fato de esquecer o Buccal Tube aberto, basta na próxima vez fechá-lo para manter melhor ação e deixar a escova adequadamente armazenada.

 

14) Quando eu preciso trocar o Buccal Tube?

R: O Buccal Tube sugere uma troca de 1 vez por ano, mas isso deve-se a um desgaste natural por tempo de uso, sendo esta sugestão de troca baseada na aparência física do Buccal Tube e não devido a efetividade do Sistema.

 

 

Sobre saúde

 

15) Como a escova contaminada pode causar endocardite bacteriana?

R: A escova dental após a escovação se contamina com bactérias que na boca podem estar equilibradas, quando são transferidas para a escova encontram um meio úmido e em temperatura favorável a proliferação de bactérias, muitas tornando-se resistentes. Durante o ato de escovar os dentes, devido a intensa irrigação das mucosas bucais, ocorrem microlesões por onde bactérias patogênicas da escova podem ser introduzidas e transportadas pelo corpo. A endocardite bacteriana ocorre quando bactérias do meio bucal chegam as válvulas do coração através da corrente sanguínea.

 

16) Posso embebedar a escova dental no líquido Buccal Protect para escovar os dentes e assim matar as bactérias da minha boca também?

R: O líquido do Buccal Protect foi desenvolvido para uma ação efetiva de limpeza das escovas dentais, não recomenda-se seu uso direto na boca podendo despertar a sensação de um produto forte e concentrado, mas se ocasionalmente ocorrer este contato fique tranquilo porque seus componentes não são tóxicos.

 

17) Posso usar o Buccal Protect para higienizar as escovas de bebês?

R: Sim, manter as escovas dos seus filhos higienizadas, incluindo os bebês é indicado e adequado para promover a saúde bucal e geral com qualidade. Crianças, gestantes ou pessoas com imunidade baixa, inclusive precisam dar ainda mais atenção a promoção de saúde.

 

 

Outras dúvidas

 

18) O creme dental não “mata” estas bactérias que migram da boca para a escova?

R: O creme dental funciona para a escovação dos dentes. O Buccal Protect se preocupa com os micro-organismos que passam da boca para a escova. Na escova, favorecidos pela umidade e temperatura, eles se proliferam formando colônias e tornando-se um risco para a saúde das pessoas na próxima escovação.

 

19) Se usar o Buccal Protect na escova, dispensa o uso de bochechos com antissépticos bucais?

R: O Buccal Protect é indicado para limpeza da escova dental e os antissépticos bucais são indicados como enxaguantes bucais de uso direto na boca através de bochechos bucais. São indicações distintas que não sofrem interferência. O uso do Buccal Protect não altera seus outros hábitos de higiene como frequência de escovação, uso do fio dental, uso de enxaguantes, troca periódica das escovas dentais. Para assegurar estas orientações mais indicadas e adequadas a você é importante manter a frequência de visitas ao seu dentista.

 

20) Posso usar um antisséptico Bucal no lugar do líquido do Buccal Protect?

R: Não pode ser substituído o líquido de limpeza para escova dental Buccal Protect por nenhum outro produto. Isto porque o líquido Buccal Protect foi desenvolvido e testado para alcançar a ação efetiva de limpeza e descontaminação das escovas dentais, e isso garante os benefícios sem causar danos como toxicidade, limpeza inadequada, resistência bacteriana entre outros.

 

21) O que significa limpeza molecular no interior das cerdas?

R: É a capacidade de ação da fórmula de quebrar as partículas de gordura que existem na boca devido aos alimentos e saliva e que são transferidas para a escova dental, assim garante uma limpeza efetiva da escova dental.

 

22) Com o uso do Buccal Protect o tempo de troca da minha escova muda?

R: Não altera o tempo de troca da escova. Sua escova dental continuará sofrendo desgastes mecânicos de utilização, e a troca regular das escovas dentais garantem a eficiência da escovação. O uso do Buccal Protect apenas manterá sua escova higienizada durante todo o período de uso da mesma escova.

 

23) É indicado lavar o Buccal Tube?

R: Devido a interação da fórmula do Buccal Protect com alguns componentes que existem nos cremes dentais como o Lauril Sulfato de sódio, ocorre a formação de cristais de ação que não alteram a efetividade da fórmula, mas que precipitam e se aderem no interior do Buccal Tube. Para limpá-lo basta usar água corrente e devido aos cantos internos arredondados do Buccal Tube, pode-se remover a precipitação com o próprio dedo ou com hastes flexíveis.